Classificação dos Incêndios

Os incêndios são classificados de acordo com os materiais neles envolvidos, bem como a situação em que se encontram.

Incêndio classe “A”
São os que se verificam em materiais fibrosos ou sólidos, que formam brasas e deixam resíduos. São os incêndios em madeira, papel, tecidos, borracha e na maioria dos plásticos.

Método de extinção: Resfriamento (uso de água).

Incêndio classe “B”
Ocorrem em líquidos inflamáveis (óleo, querosene, gasolina, tintas, álcool etc.) e também em graxas e gases inflamáveis.

Método de extinção: Abafamento ou da interrupção (quebra) da reação em cadeia.

Incêndio classe “C”
Ocorrem em equipamentos e instalações elétricas, enquanto a energia estiver alimentada. Um motor elétrico queimando, ainda ligado, classifica o incêndio como classe “C”.

Método de extinção: Necessita de agente extintor que não conduza a corrente elétrica e utilize o princípio de abafamento ou da interrupção (quebra) da reação em cadeia.

Incêndio classe “D”
Ocorrem em metais, como lítio e cádmio (em baterias) e magnésio (em motores).

Método de extinção: Necessita de agentes extintores especiais que se fundam em contato com o metal combustível, formando uma espécie de capa que o isola do ar atmosférico (abafamento).

RECEBA NOVIDADES EM SEU EMAIL

Não se preocupe. Não enviamos Spam!

  1. Eduardo Patrocínio 03/01/2014 às 19:40

    Muito bem feito a descrição das classes de incêndio e em especial a classe D que pouco é explorado na literatura a respeito. Parabéns.

Classificados Náuticos
Registrar Nova Conta
Reset Password
Comparar itens
  • Total (0)
Comparar
0